Prefiro Consórcio

Prefiro Consórcios / Blog / Consórcio: O que é e como funciona | Guia Definitivo

Consórcio: O que é e como funciona | Guia Definitivo

O Sistema de Consórcio é uma modalidade de compra baseada na união de pessoas físicas ou jurídicas, que tem como objetivo comum adquirir bens móveis ou imóveis de forma parcelada. Essas pessoas recebem um número de identificação (cota) e formam um grupo. Através de contribuições mensais, arrecadam o valor necessário para as contemplações, ou seja, a entrega dos bens escolhidos. Atualmente, o consórcio é a forma mais vantajosa e prática de investimento, pois permite a aquisição do bem desejado de forma planejada e com valores acessíveis!

O consórcio está consolidado entre os brasileiros como uma importante modalidade para planejar a realização de sonhos, permitindo desde a formação de patrimônio até a contratação de serviços, como curso no exterior, festa de casamento e até cirurgias.

Embora seja um Sistema de fácil adesão e popularidade, o consórcio conta com diversas regras de funcionamento. Algumas são gerais, estabelecidas na Lei nº11.795/2008 e em normativos do Banco Central do Brasil. Outras são específicas do grupo de consórcio e constam no contrato de adesão.

Se você ainda não conhece o Consórcio ou não domina essa modalidade de compra por completo, preparamos esse guia definitivo para que você aprenda tudo o que precisa saber antes de adquirir essa modalidade de compra.

  1. O que é Consórcio
  2. Vantagens e desvantagens do Consórcio
  3. Como fazer um Consórcio
  4. Planos e Parcelas do Consórcio
  5. Consórcio de Carros
  6. Consórcio de Imóveis
  7. Investimento em Consórcio

 

#1 O que é Consórcio?

Consórcio é uma associação de dois ou mais indivíduos, empresas, organizações ou governos (ou qualquer combinação destas entidades), com o objetivo de participar numa atividade comum ou de partilha de recursos para atingir um objetivo comum. Consórcio é uma palavra latina significando “parceria”, associação ou sociedade, e deriva de Consors, “parceiro”, formada por con-“junto” e sores “destino”, significando proprietário de meios ou companheiro.

o que é consórcio

Consórcio é um termo que comporta várias definições. Incluindo acordos de consórcio em que acionistas de empresas independentes concordam em entregar o controlo das suas ações em troca de certificados de consórcio que os autorizam a participar do lucro comum do dito consórcio. Os participantes de um consórcio são chamados “consorciados”. Exemplos de consórcios são os W3C, Airbus (quando foi criado, em 1970) e, em alguns aspectos, o Observatório Europeu do Sul (ESO). Em Direito administrativo um consórcio é uma organização de direito público entre uma ou mais entidades públicas, da administração pública, e um ou mais indivíduos ou organizações de Direito Privado. Um consórcio também pode ser a associação de pessoas físicas e/ou jurídicas num grupo, patrocinado por uma empresa administradora, com o fim de proporcionar aos seus membros a aquisição de bens por meio de autofinanciamento.

Consórcio para compra parcelada

Este consórcio é um sistema de compra parcelada e programada de um bem onde um grupo de participantes organizados por uma empresa administradora rateiam o valor do bem desejado pelo número de meses de parcelamento deste bem. Também é conhecido com uma reunião de pessoas físicas e/ou jurídicas, em grupo fechado, promovido por uma Empresa administradora, com a finalidade de propiciar aos seus integrantes a aquisição de bem ou conjunto de bens por meio de autofinanciamento.

De acordo com a periodicidade definida, o grupo financia a entrega de um número reduzido de bens para um conjunto reduzido de consorciados, chamada de contemplação, através de duas formas distintas: sorteio e lance. No sorteio, um dos consorciados é contemplado a partir de uma escolha aleatória entre os membros do grupo e no lance, os consorciados informam quantias (lances) a serem pagas para conseguir o crédito. O consorciado que tiver o maior lance conquista o crédito devido para a compra do bem. Cabe salientar que uma vez contemplado, seja por meio de sorteio ou por meio de lance, o consorciado não terá mais direito a novas contemplações dentro do mesmo grupo.

Tipos de grupos

Os grupos formados de consorciados podem ser de dois tipos distintos:

Grupo homogêneo. Quando todos os consorciados tem o interesse em bens do mesmo valor monetário, ou seja, todos os componentes do grupo estão interessados em um carro da marca X e do modelo Y, por exemplo.
Grupo misto. Quando os bens de interesse dos consorciados tem valores monetários diferenciados, ou seja, quando existem consorciados que estão contribuindo com o valor de uma moto da marca X e do modelo Y enquanto outros estão contribuindo com o valor de um carro da marca A e do modelo B, por exemplo.
Boa parte dos consórcios estão enquadrados no grupo misto. Neste tipo de formação, a administradora assume riscos em relação as contemplações caso não haja dinheiro suficiente no caixa do grupo para financiar os bens acordados. Contudo é importante salientar que os contratos entre os consorciados e as administradoras variam, mas todos os consórcios são regidos por normas expedidas pelo Banco Central que define o regulamento básico para formação de grupos de consórcio.

 

#2 Vantagens e Desvantagens do Consórcio

vantagens-do-consorcio

O Consórcio é uma forma econômica e flexível de comprar o seu imóvel, automóvel ou motocicleta; novos ou usados. E o melhor: as parcelas cabem no seu bolso!

Compra Planejada

Com o consórcio, você pode concretizar o seu sonho e comprar a sua casa própria, trocar de automóvel e aumentar o seu patrimônio por meio de um investimento programado, com toda a segurança e credibilidade!

Juros Zero

Não há juros e os custos administrativos (composto por taxa de administração, fundo de reserva e seguro de vida) são diluídos durante todo o plano escolhido.

Liberdade de Escolha

No sistema de consórcios você conta com a liberdade de escolha para planejar todas as suas compras em longo prazo. De forma planejada, o sistema é sempre um bom negócio.

Veículos

Você tem toda a liberdade para comprar um carro ou moto da marca e modelo que sempre desejou. Ao ser sorteado ou contemplado com o lance vencedor, você receberá a carta de crédito no valor do veículo escolhido, novo ou seminovo. Você pode comprar carro com carta de moto e o contrario também, só não pode usar carta de imóvel para autos ou de autos para imóvel.

Imóveis

No Consórcio de Imóveis, a carta de crédito oferecida para a cota é um valor de referência que será atualizada anualmente, conforme a variação do INCC (Índice Nacional da Construção Civil). Ao ser contemplado (por sorteio ou lance vencedor), você receberá uma carta de crédito que poderá ser utilizada para a aquisição de um imóvel de maior ou menor valor, comercial ou residencial, novo ou usado, já construído e com habite-se da prefeitura local.

FGTS para imóveis

No caso do consórcio de imóveis, você poderá utilizar o seu FGTS para a oferta de lances, complementar o seu crédito, amortizar, liquidar ou pagar parte das prestações da cota, devendo-se, entretanto, observar as normas do SFH (Sistema Financeiro da Habitação). Para mais informações sobre o uso do FGTS clique aqui!

Garantia do poder de compra

A valorização da carta de crédito acompanha o reajuste das parcelas, mantendo, assim, o seu poder de compra.

Comodidade e Conveniência

O Consórcio disponibiliza diversos canais de atendimento para você solicitar informações, pesquisar opções de grupos e parcelas, simular ou adquirir o seu consórcio de uma forma prática e rápida. Sem sair de casa, você ainda pode ofertar lances e acompanhar os resultados dos sorteios das assembleias por meio do site da administradora.

Entrega Garantida

Você conta com a segurança, solidez e a credibilidade do consórcio, que é fiscalizado pelo Banco Central do Brasil.

Uso da Carta para quitação de financiamentos

Utilização do crédito, após a contemplação, para quitação total de financiamento em nome do próprio consorciado, tanto para o consórcio imobiliário, como para o de automóvel.

Viu só como o consórcio é ideal para você? Não há desvantagens! O que vale ressaltar é que esta é uma modalidade de compra indicada para quem não tem pressa de adquirir o bem e não precisa imediatamente, pois não há como saber quando você será sorteado nas assembleias mensais. No entanto, você pode ofertar lances e tentar acelerar sua contemplação.

planejamento financeiro

O Consórcio de Automóveis, imóveis ou apenas para investimento reforça e estimula seu planejamento, fator imprescindível para conquistar a tão sonhada disciplina financeira!

 

#3 Como Fazer um Consórcio

Certamente você já tem em mente que o consórcio pode ser a melhor alternativa para conquistar seus sonhos. Mas você sabe como contratar o plano ideal para você? Confira abaixo nosso passo a passo e tire suas dúvidas!

como fazer um consórcio

Escolha uma administradora de confiança

Para um investimento seguro, contrate seu consórcio apenas com administradoras confiáveis, autorizadas pelo Banco Central e cadastradas na Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC).

(Nossa Administradora é a Conseg Consórcios, uma administradora autorizada e fiscalizada pelo Banco Central do Brasil.)

Escolha o tipo de consórcio ideal

Há grupos para os mais diversos fins como bens imóveis (casa, apartamento, construção, reforma, sala comercial), Automóveis e Investimentos com várias opções de prazos de parcelamento e valores de carta de crédito.

Faça Uma Simulação Gratuita e Veja a Melhor Opção

Defina o valor das parcelas e do bem

Busque um consórcio com o valor mais próximo do bem desejado e que tenha um prazo de parcelamento interessante. O ideal é que o valor das parcelas mensais não ultrapasse 30% de sua renda.

Acompanhe as assembleias de contemplação

Os sorteios das cartas de crédito são realizados mensalmente, nas Assembleias Ordinárias do grupo do consórcio. Não se esqueça que é preciso estar com as parcelas em dia para participar dos sorteios mensais.

Seja contemplado e use sua carta de crédito

Consórcio contemplado

Após ser contemplado, você recebe sua carta de crédito e já pode utilizá-la para comprar o bem do seu interesse. Se não quiser usá-la imediatamente, o valor é separado do Fundo Comum e investido para que não perca poder de compra.

 

#4 Planos e Parcelas do Consórcio

O sistema de consórcios é bastante flexível. Por meio dele é possível escolher o bem desejado, o plano e o valor das parcelas que cabem no seu orçamento. Faça uma simulação e comprove as melhores condições do mercado!

Como Calcular as Prestações

A prestação de um consórcio é constituída por fundo comum, taxa de administração e, se estabelecido em contrato, por fundo de reserva e/ou seguros.
Confira abaixo como é e como calcular cada um desses itens.

Como Calcular o Fundo Comum, a Taxa de Administração e o Fundo de Reserva

Veremos, a seguir, como calcular a prestação no Sistema de Consórcios , tomando-se como exemplo um grupo de 60 meses, cujo preço do bem ou serviço é de R$ 30.000,00.

Exemplo:

Prazo de Duração do Plano: 60 meses
Valor do Bem ou Serviço: R$ 30.000,00
Periodicidade dos Pagamentos: mensal
Percentual de Fundo Comum Contratado: 100% (cobrança linear)
Taxa de Administração Total: 15%
Fundo de Reserva Total: 2%

a) Fundo Comum (FC)

É o valor que todo consorciado paga para formar a poupança que será destinada à aquisição do bem ou serviço. Como a referência do consórcio é o valor do bem ou serviço indicado no contrato, a contribuição ao fundo comum é calculada tomando-se por base o respectivo preço vigente no dia da Assembleia Geral Ordinária.

Normalmente, a contribuição para o fundo comum é obtida mediante a divisão percentual do preço do bem ou serviço contratado pelo número de meses de duração do grupo (contribuição linear). No entanto, poderá a administradora fixar percentual variável de contribuição ao fundo comum (contribuição não linear), desde que o somatório destas contribuições seja igual à totalidade do fundo comum contratado.

Calculando o Fundo Comum (cobrança linear):

100%
(FC – percentual contratado)
÷ 60 meses
(duração do grupo)
= 1,6667%
(percentual mensal de FC )
R$ 30.000,00
(valor do bem ou serviço)
x 1,6667%
(percentual mensal de FC)
= R$ 500,00
(valor mensal do FC)

b) Taxa de Administração (TA):

A taxa de administração, indicada no contrato, é a remuneração da administradora pelos serviços prestados na formação, na organização e na administração do grupo. A taxa de administração não se confunde com os juros cobrados em outras modalidades de acesso a bens e serviços.

No exemplo abaixo, você poderá verificar que a taxa de 15% está diluída nos 60 meses do plano, resultando apenas 0,25% incidente, mensalmente, sobre o valor do bem ou serviço vigente no dia da Assembleia Geral Ordinária.

Calculando a Taxa de Administração (cobrança linear):

15%
(TA – percentual total contratado)
÷ 60 meses
(duração do grupo)
= 0,25%
(percentual mensal de TA )
R$ 30.000,00
(valor do bem ou serviço)
x 0,25%
(percentual mensal de TA)
= R$ 75,00
(valor mensal da TA)

c) Fundo de Reserva (FR):

Trata-se de fundo de proteção destinado a garantir o funcionamento do grupo em determinadas situações previstas no contrato.

O consorciado estará sujeito ao pagamento deste fundo desde que sua cobrança esteja prevista em contrato. O raciocínio é o mesmo adotado para a taxa de administração. No exemplo abaixo, o fundo de reserva, também incidente sobre o valor do bem ou serviço contratado, está diluído nos 60 meses.

É importante observar que, se houver recursos nesse fundo quando do encerramento do grupo, esses serão devolvidos proporcionalmente aos consorciados.

Calculando o Fundo de Reserva

2%
(FR – percentual contratado)
÷ 60 meses
(duração do grupo)
= 0,0333%
(percentual mensal de FR )
R$ 30.000,00
(valor do bem ou serviço)
x 0,0333%
(percentual mensal de FR )
= R$ 9,99
(valor mensal do FR)

d) Seguro:

Se previsto no contrato, o consorciado estará sujeito, ainda, ao pagamento de prêmios de seguro, nos termos do contrato. Como exemplo, podemos citar seguro de quebra de garantia, seguro de vida e seguro desemprego.

O seguro de quebra de garantia é contratado em favor do grupo e se destina a cobrir o inadimplemento no pagamento das prestações vincendas dos consorciados contemplados. O seguro de vida em grupo se destina a pagar as prestações vincendas em caso de falecimento do consorciado. Já o seguro desemprego visa garantir o pagamento de algumas prestações caso o cotista venha a perder o emprego.

Agora já sabemos como calcular a prestação mensal:

Valor do Bem ou Serviço: R$ 30.000,00

Fundo Comum mensal (1,6667%): R$ 500,00
Taxa de Administração mensal (0,25): R$ 75,00
Fundo de Reserva mensal (0,03333%): R$ 9,99
Prestação do Mês = FC + TA + FR: R$ 584,99

Obs.: No exemplo, não estão considerados prêmios de seguro.

Importante:

  • Os percentuais de pagamento citados acima são meramente exemplificativos. Verifique sempre os percentuais constantes do contrato que você está assinando.
  • O valor das prestações e do crédito a ser liberado ao consorciado contemplado é atualizado conforme regras estabelecidas em contrato. Dessa forma, preserva-se o poder de compra do consorciado ao obter carta de crédito.

 

#5 Consórcio de Carros

consórcio de carros

Pelo Consórcio de Automóveis, você compra seu carro sem pagar juros e não precisa dar entrada. São várias opções de crédito, prazos e parcelas que cabem no seu orçamento e quando você for contemplado pode comprar qualquer marca ou modelo de carro novo ou usado, de acordo com o valor do crédito contratado.

Formas de Contemplação

Existem duas formas de ser contemplado no sistema de consórcios. A primeira é por meio de um sorteio realizado mensalmente e a outra opção é pela oferta de lance, que corresponde a um percentual do valor do bem desejado. Para entender melhor, quem opta por dar um lance em uma assembleia mensal, está, na verdade, antecipando prestações. Assim, vence a disputa quem puder antecipar o maior número de prestações possível. Suponha que você aceite quitar 50% da dívida, e ninguém esteja disposto a dar um lance maior, você será contemplado com a carta de crédito para adquirir o seu bem.

Saldo do crédito para quitação de despesas tributárias do bem adquirido

Esta é uma grande vantagem aos consorciados, pois a lei determina que, se o valor do bem for inferior ao valor do crédito, o saldo restante poderá ser utilizado para pagamento de despesas tributárias, como transferências de propriedade, tributos, registros cartoriais, instituições de registros e seguro, desde que o valor dessas despesas não ultrapasse o limite de 10% do valor total de crédito.

Confira as Vantagens de comprar seu Automóvel pelo consórcio!

  • Planos que se encaixam no seu orçamento;
  • Grupos com prazos de até 120 meses;
  • Cartas de Crédito de 30mil a 300 mil reais;
  • Você não paga juros;
  • Seu veículo usado vale como lance;
  • Meia parcela até a contemplação;
  • Equipe de vendas preparada para dar suporte e tirar todas as suas dúvidas;
  • Liberdade de escolher onde e com quem quer comprar o seu veículo.
  • Você negocia a compra do seu automóvel novo pelo valor à vista.

 

#6 Consórcio de Imóveis

Consórcio imobiliário

O Consórcio de Imóveis vem se consolidando nos últimos anos como a melhor opção para quem deseja planejar a compra de um bem novo ou usado ou para quem quer realizar reformas ou construções em imóvel próprio. Além disso, também é excelente para quem já é proprietário de um imóvel financiado e deseja quitar a dívida junto à instituição financeira para fugir das altas taxas de juros praticadas e economizar um bom dinheiro. Para quem procura praticidade e segurança, fazer um consórcio de apartamento também é possível. São várias opções de crédito, prazos e parcelas para o consórcio de imóvel que cabe no seu orçamento.

Formas de Contemplação

Existem duas formas de ser contemplado no sistema de consórcios. A primeira é por meio de um sorteio realizado mensalmente e a outra opção é pela oferta de lance, que corresponde a um percentual do valor do bem desejado. Para entender melhor, quem opta por dar um lance em uma assembleia mensal, está, na verdade, antecipando prestações. Assim, vence a disputa quem puder antecipar o maior número de prestações possível. Suponha que você aceite quitar 50% da dívida, e ninguém esteja disposto a dar um lance maior, você será contemplado com a carta de crédito para adquirir o seu bem.

Uso da Carta de crédito para aquisição de imóvel na planta

O consorciado contemplado pode adquirir um imóvel vinculado a algum empreendimento imobiliário, desde que ofereça outro imóvel como garantia e respeite as demais condições descritas no contrato de adesão.

Uso da Carta para quitação de financiamentos

Utilização do crédito, após a contemplação, para quitação total de financiamento em nome do próprio consorciado, tanto para o consórcio imobiliário, como para o de automóvel.

Saldo do crédito para quitação de despesas tributárias do bem adquirido

Esta é uma grande vantagem aos consorciados, pois, a Lei determina que, se o valor do bem for inferior ao valor do crédito, o saldo restante poderá ser utilizado para pagamento de despesas tributárias, como transferências de propriedade, tributos, registros cartoriais, instituições de registros e seguro, desde que o valor dessas despesas não ultrapasse o limite de 10% do valor total de crédito.

Regras para utilização do FGTS

No consórcio residencial há a possibilidade de utilizar o FGTS. O saldo da conta vinculada ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço pode ser um importante aliado para adiantar ou facilitar a aquisição da casa própria.

Confira as vantagens de comprar seu imóvel pelo consórcio!
  • Pelo consórcio você economiza, não paga juros e não precisa dar entrada;
  • Várias opções de crédito, prazos e parcelas que cabem no seu orçamento;
  • Possibilidade de usar o seu FGTS para dar lance ou aumentar o valor do crédito;
  • Autorizado e fiscalizado pelo Banco Central, garantia e segurança total para você.
  • Comprar pelo consórcio é uma opção de investimento inteligente.
  • Planos que se encaixam no seu orçamento;

 

#7 Investimento Em Consórcio

Investir em consórcio não é apenas uma forma de se disciplinar financeiramente, mas também é uma forma de obter lucros inimagináveis.Ao contemplar a cota de consórcio, o consorciado tem o poder de adquirir um bem, negociado pelo valor à vista. Em que ele poderá revendê-lo, lucrando também com esse negócio. O investimento também pode ser direcionado para o ramo imobiliário.

O consorciado adquiri quantas cartas quiser para a compra de imóvel, após a contemplação, ele compra o imóvel e poderá alugá-lo, dessa forma, o valor pago pelo inquilino é usado para o pagamento das parcelas restantes .

invetimento em consórcio

INVESTINDO EM CONSÓRCIO VOCÊ:

  • Garante um futuro tranquilo para você e sua família;
  • Aumenta o seu patrimônio;
  • Consegue garantir uma renda Extra;
  • Liberdade de escolher onde e com quem quer comprar o seu bem.

VANTAGENS DE VOCÊ INVESTIR COM A PREFIRO CONSÓRCIO

  • Reforça sua aposentadoria;
  • Planos que se encaixam no seu orçamento;
  • Garante uma poupança;
  • Grupos com prazos de até 180 meses;
  • Cartas de Crédito de 30 mil a 1 milhão de reais;
  • Adquire um bem sem pagar juros;
  • Créditos para pessoa física e jurídica;
  • Meia parcela até a contemplação;
  • Equipe de vendas preparada para dar suporte e tirar todas as suas dúvidas;

 

Se você gostou deste artigo e conseguiu esclarecer todas as suas dúvidas eu peço que deixa seu feedback nos comentários e se ficou alguma dúvida, deixe ela nos comentários também, que responderemos o mais rápido possível. Obrigado por ter lido nosso artigo e espero que continue nos acompanhando em nossas próximas postagens.

Categorias

Veja mais