Prefiro Consórcio

Prefiro Consórcios / Blog / Consórcio: Novas Medidas temporárias adotadas pelo Banco Central

Consórcio: Novas Medidas temporárias adotadas pelo Banco Central

O assunto é sério, se você faz parte dos quase 50% dos brasileiros que perdeu dinheiro por causa do corona vírus, provavelmente, você vai se interessar pelo que eu vou te falar no vídeo de hoje.

Essa pandemia, não afeta apenas nosso sistema de saúde, ela também:

  • Paralisa nossa economia
  • Fecha fronteiras;
  • Derruba bolsas;
  • Cancela eventos no mundo todo;
  • E fecha completamente os países.

É meus amigos, não estamos passando por um momento fácil…

O corona vírus tem provocado abalos no mundo todo, paralisando atividades econômicas de diversos setores e, infelizmente, um deles pode ser o seu.

No Brasil, as medidas de restrições de circulação de pessoas começaram aos poucos, com a suspensão de aulas, depois foram sendo ampliadas, com o fechamento das lojas, comércio e com fábricas sendo obrigadas a interromper a produção ou a dar férias coletivas para seus empregados.

Viagens, negócios e eventos também foram cancelados no mundo todo, incluindo a própria Olimpíada de Tóquio, que seria realizada, daqui dois meses em julho.

Contudo, o mais me preocupa, são os impactos financeiros que essa crise pode trazer para você para outros inscritos aqui do canal.

Segundo muitos especialistas, serão necessários vários e vários anos, até que o mundo se recupere das perdas e impactos dessa pandemia.

E como você já deve saber, para tentar conter esses impactos, o governo vem tomando uma série de medidas como:

  • A criação do auxílio emergencial;
  • Parcerias com empresas para evitar demissões;
  • Orientações para o uso de máscaras e afastamento social.
  • E, agora, recentemente, o Banco Central decretou algumas medidas temporárias que mudaram um pouco o funcionamento do seu consórcio.

Mas acalme-se, já de cara, eu quero te dizer que foram medidas bem sutis e que algumas delas podem até beneficiar você.

Contudo, o que eu quero deixar bem claro aqui, é que o consórcio continua e sempre continuará sendo um ótimo investimento para quem deseja construir patrimônio de maneira inteligente e segura, ainda mais agora, que estamos vivendo esse cenário tão difícil.

Eu acredito que nunca foi tão importante se planejar, fugir dos juros, e saber comprar seus bens da maneira correta para evitar de vez a sua ruina financeira.

Eu acho que todo mundo aqui, quer ter dinheiro suficiente para aproveitar a vida e realizar todos os sonhos que têm. Porém, são poucas as pessoas que conseguem criar e manter o planejamento financeiro necessário para alcançar esses sonhos.

A grande maioria, acaba sendo pega de surpresa por imprevistos como esse. E aí, quando se dão conta, as dívidas começam a chegar e vão se acumulando e as despesas não param.

E mesmo sem dinheiro na conta, o desejo de comprar aquele carro zero, fazer aquela viagem, comprar a casa da sua vida, vai continuar existindo, só apenas na sua imaginação.

E foi pensando nisso, que eu criei o canal “Compra Planejada”, o meu papel, com esse canal, sempre foi ajudar você a ter uma vida financeira melhor e mais saudável.

Te impedindo de deixar que a desorganização e o descontrole financeiro, te impeça de alcançar tudo sonha.

Juntos vamos superar essa crise e conseguir alcançar aquele seu sonho que nunca saiu do papel.

E nesse caso, o consórcio é um dos nossos maiores aliados nessa jornada. Com ele você tem a segurança e praticidade necessária para comprar seus bens, sem precisar se preocupar com o valor das parcelas ou com juros altíssimos.

 

Mas afinal, quais foram as mudanças que o corona vírus trouxe para o consórcio?

Bom, a primeira delas está relacionada com a maneira que os grupos podem ser formados.

Antigamente, algumas administradoras, aceitavam que no mesmo grupo consorciados fizessem cartas de créditos de valores diferentes, contudo, a regra dizia que o valor da menor carta de crédito não podia ser inferior a 50% do crédito da maior.

O que mudou é que para os grupos formados entre, 28 de abril de 2020 a 31 março de 2021, essa diferença entre a maior carta de crédito e a menor, em um mesmo grupo, foi reduzida de 50% para 30%.

Ou seja: Em um grupo onde a menor carta de crédito seja de 45 mil reais, o valor da máxima, deverá ser, obrigatoriamente, de até 150 mil.

Ou, vise e versa, em grupo onde a maior carta de crédito é de X mil, o valor da menor terá que ser de X mil.

Entendeu?

Mas vem cá, antes deu te contar qual é a próxima mudança, eu queria te pedir pra compartilhar esse artigo com seus amigos e familiares.

Mas do que nunca isso é importante para que esse artigo ajude o máximo de pessoas possíveis.

Bom, a próxima alteração feita é a melhor da lista na minha opinião. Os consorciados já contemplados com créditos pendentes ou os consorciados que vierem a ser contemplados até 31/12/20 em grupos já constituídos.

Poderão receber o valor do crédito em espécie ou direto na conta de sua titularidade mediante a quitação total das obrigações com o grupo e com a administradora.

Ou seja, na prática, o que mudou é que, agora, não há mais a necessidade de aguardar os 180 dias para o recebimento do valor do crédito.

Então, se você já participa de um grupo de consórcio e está quase sendo contemplado ou se pretende dar um lança na antes da próxima assemble, esse pode ser o momento ideal.

Mas muita atenção aqui, essa mudança em especial, da brechas para possíveis fraudes, então, tenha o máximo de cuidado para não ser passado para trás.

Por isso, eu reforço mais uma vez, se você tem qualquer dúvida sobre essas mudanças ou sobre qualquer outra regra do consórcio, é só deixar um comentário abaixo ou vir falar comigo pelo whatsapp.

Por última, tem uma mudança no prazo para a formação dos grupos.

Agora, eles passaram a ter um prazo maior para a sua formação de acordo com a sua data da inauguração.

Então, para os grupos em formação com início de comercialização de cotas até 30 de setembro de 2020, terão o prazo máximo de até 180 dias para serem formados.

Para grupos que começaram a comercialização de contas entre 1º de outubro e 31 de outubro de 2020, terão o prazo máximo de 150 dias.

E por fim, para os grupos que iniciaram a comercialização das cotas entre 1º de novembro e 30 de novembro de 2020, terão até 120 dias para serem formados.

As mudanças foram essas, mas eu quero que você entenda que a maioria delas, foram feitas pensando em você, flexibilizando algumas burocracias e facilitando a sua entrada em um grupo de consorcio.

Mas como eu sempre digo aqui, o planejamento sempre vem em primeiro lugar. Analise as ofertas, as propostas que o seu vendedor te faz e identifique qual é melhor opção pra você.

Eu vou ficando por aqui, um forte abraço e até a próxima!

 

Assistir Vídeo do Canal Compra Planejada:

Categorias

Veja mais