Prefiro Consórcio

Na Prefiro você vai investir de um jeito seguro e 100% online

Sem intermediários, sem conversa fiada, tudo pelo celular.

Na Prefiro você vai investir de um jeito seguro e 100% online

Sem intermediários, sem conversa fiada, tudo pelo celular.

01

Esqueça toda aquela burocracia chata. Aqui você aproveita a linha de crédito mais barata do Brasil, sem dor cabeça

02

Você não paga nada para fazer uma simulação, nem para conversar com nossos especialistas

03

Aqui na Prefiro, você será assessorado do começo ao fim do seu investimento. Encontrando o grupo de consórcio certo para você e a estratégia capaz de potencializar os seus resultados

04

São mais de 60 mil Planejadores que nos acompanham

Como Funciona o Consórcio?

Se você acompanha o nosso canal, sabe que eu gosto de comparar o consórcio com uma fila, já que ele é uma modalidade de compra baseada na união de pessoas físicas ou jurídicas. Onde um grupo de pessoas contribui mensalmente para a compra de bens e serviços de forma planejada.

Assim, todos os meses, algumas pessoas dessa fila são chamadas e contempladas, ou seja, elas recebem o direito de usar o dinheiro do grupo para realizar seu sonho.

Assim, até o final do grupo, todos os participantes dessa fila são chamados e conseguem comprar seus bens de forma planejada e econômica – visto que o consórcio é a linha de crédito mais barata do Brasil!

Quem fiscaliza o Consórcio?

O Banco Central do Brasil, de acordo com a Lei nº 11.795/2008, é a autoridade competente para normatizar e fiscalizar o Sistema de Consórcios no Brasil.

O que é um Grupo de Consórcio?

O grupo de consórcio é justamente essa fila da nossa analogia. Ele é formado por um número determinado de participantes e tem prazo pré-estipulado pela administradora para começar e acabar.

Contudo, engana-se quem pensa que todos os grupos de consórcio são iguais. Na verdade, existem 4 tipos de grupos diferentes:

Grupos em Formação: onde ainda não ocorreu a primeira assembleia, ou seja, a administradora está em processo de captação de novos consorciados para formação do grupo.

Grupos Novos: onde já houve a primeira assembleia, mas eles ainda são recentes, percorreram no máximo 40% do tempo de vida total. Sua vantagem é oferecer ao consorciado uma parcela bem baixinha, pois, dá a ele a possibilidade de parcelar a sua divida em muitos meses. Em contra partida, grupos novos costumam ter médias de lances mais altas.

Grupos em Andamento: esses são grupos intermediários. Eles já rodaram mais de 40% do tempo total e dão ao consorciados chances maiores de ser contemplado com lances mais baixos. Visto que as médias de lance aqui são menores que em grupos novos. Desvantagem? Sua parcela será um pouco maior.

Grupos Terminais: são grupos em fase de finalização, já percorreram mais de 70% do período estipulado em contrato e têm como principal característica as médias de lance bem baixas (quase simbólicas). Porém, suas parcelas aqui serão bem maiores!

Perceba que cada tipo de grupo te dá uma série de vantagens e desvantagens. Por isso, nosso papel é te ajudar a identificar aquele que atenda melhor as suas necessidades!

A Cota de Consórcio

É um número de identificação que representa o consorciado individualmente dentro do grupo e é fornecido pela administradora aleatoriamente.

Todo o histórico de pagamento e participação, bem como as características do plano escolhido pelo consorciado, fica registrado e vinculado a esse número de cota.

Sua participação é bem simples

Ao adquirir um Consórcio você poderá escolher o valor do seu crédito e em quanto tempo deseja pagá-lo, isso ficará registrado em seu contrato de adesão.

Realizando os pagamentos mensalmente até a data do vencimento, você participa das assembleias todos os meses e pode ser contemplado por sorteio ou lance. Após ser contemplado, poderá usufruir da sua carta de crédito e adquirir o bem escolhido.

Importante: O não recebimento de boleto bancário não desobriga o consorciado do pagamento da prestação, quando o mesmo conhecer a data de vencimento e o local para pagamento.

Sua participação é bem simples

Com a cota contemplada, você poderá utilizar a carta de crédito para adquirir:

Bens Móveis: veículo automotor (automóveis, camionetas, utilitários, motocicletas, ciclomotores, ônibus, micro-ônibus, caminhões, tratores, entre outros), além de aeronave, embarcações, máquinas e equipamentos.

Bens Imóveis: residenciais, comerciais, rurais, construídos ou na planta e terrenos, incluindo também, reforma e imóvel vinculado a algum empreendimento imobiliário.

O que é Contemplação?

Lembra do nosso exemplo da fila? Quando chega sua vez de utilizar o dinheiro do grupo, também chamado de fundo comum, dentro do segmento de consórcios dizemos que você foi contemplado.

Sendo que essa contemplação pode acontecer de 2 maneiras:

// Sorteio

O sorteio é realizado através de um globo esférico ou pela extração dos resultados da Loteria Federal.

// Lance

Agora, se você quiser furar essa fila, ou seja, passar na frente dos outros consorciados. Você pode ofertar um lance. Ele funciona como uma espécie de leilão, onde os maiores valores ofertados levam a contemplação para casa, sem a necessidade de ser sorteado.

Utilização do Crédito Contemplado

Para utilizar o crédito, o consorciado ativo contemplado deverá apresentar garantias ao grupo, que estarão indicadas no contrato firmado. O consorciado contemplado deverá comunicar a sua opção de compra à administradora formalmente.

No caso de aquisição de imóvel residencial, o consorciado poderá utilizar o saldo da sua conta vinculada ao FGTS para ofertar lance, amortizar, liquidar ou pagar parte das prestações do consórcio ou complementar o crédito, conforme as atuais regras constantes do manual da Caixa Econômica Federal, órgão gestor do FGTS.

O contemplado poderá destinar o crédito para a quitação total de financiamento de sua titularidade, sujeita à prévia anuência da administradora e ao atendimento de condições estabelecidas no contrato de consórcio. O consorciado contemplado poderá, ainda, solicitar a conversão do crédito em dinheiro, após 180 dias da contemplação. Para tanto, deverá pagar integralmente o débito junto ao grupo e à administradora, cujo valor poderá ser deduzido do crédito a que tem direito.

 

 

Como Funciona a Sobra de Crédito?

Se o valor do bem ou serviço que você vai adquirir for menor do que o valor recebido por meio da contemplação, a diferença pode ser utilizada a seu critério de 3 formas diferentes:

I – Pagamento de despesas (transferências de propriedade, tributos, registros cartoriais, instituições de registros e seguro) relacionadas à aquisição do bem ou do serviço, usando até 10% do valor total de crédito recebido na contemplação;

II – Quitação de prestações do consórcio, conforme estabelecido em contrato;

III – Recebimento da diferença em espécie, desde que suas obrigações financeiras para com o grupo e administradora estejam totalmente quitadas.

Atraso ou Falta de Pagamento das Parcelas

Como o consórcio é um compromisso assumido com um grupo, é muito importante efetuar o pagamento em dia, pois o grupo depende da contribuição de todos os participantes para cumprir seu objetivo que é atribuir crédito aos consorciados.

Caso tenha dificuldade em manter o pagamento em dia, procure a administradora e tente fazer um acordo. Além disso, conforme regras pré-estabelecidas na formação do grupo, você pode optar por um crédito de menor valor, assim sua parcela diminuirá na mesma proporção do valor do bem escolhido. Você pode ainda, transferir sua cota para outra pessoa.

Desistência de participação do Consórcio

Em caso de desistência o valor pago será devolvido com as devidas deduções, conforme previsto em contrato.

Porém, será necessário aguardar a liberação dos valores, que poderá ocorrer se a cota for contemplada por sorteio na contemplação dos cancelados ou no encerramento do grupo.

Isso é necessário, pois a falta dos pagamentos afeta tanto o grupo como a administradora e o valor pago até o momento foi utilizado para as contemplações mensais.